Implantação de projeto de segurança e controle de acesso

Implantação de projeto de segurança e controle de acesso

Sou síndico e preciso realizar um projeto de segurança e controle de acesso, o que devo fazer?

Muitas das vezes nos deparamos com este dilema, pois na maioria das vezes estamos na posição de síndicos e temos profissões totalmente diferentes das que nos colocamos a ter que exercer, e como devemos proceder?

Dúvida cruel que nos coloca as vezes refém a profissionais que não sabemos se irão realizar realmente um trabalho justo e correto.

Então vamos as vias de fato, listo abaixo quais são os cuidados que o síndico precisa ter para não errar. Um dos maiores erros é economizar com infraestrutura, ou seja, cabeamento de rede, equipamentos que controlam a rede como switch, computadores.

  • Cabeamento de rede: Este item é imensamente importante pois dita como a sua rede irá se comportar, então fica a dica, não permita que o prestador de serviços economize comprando cabeamento de segunda linha, exija sempre o melhor, pois o serviço bem feito durará por um longo tempo. Uma rede mal dimensionada acarreta um sistema falho e em mais de 90% das vezes o problema não é sistema e sim uma rede mal feita.
  • Equipamentos que controlam a rede: Switches são elementos importantíssimos para que sua rede responda com a qualidade e velocidade necessária para que todo o conjunto possa trabalhar em prol do sistema adotado para controle de acesso, então não economize com esse elemento, pois pode colocar todo um trabalho abaixo ao economizar.
  • Computadores: Este irá comportar o sistema que fará a gestão de todo o controle de acesso, e economizar aqui pode resultar em aumentar o trabalho do efetivo humano (controlador de acesso) em muito, pois quando a demanda na entrada no condomínio for grande pode-se tornar um gargalo caso o computador não tenha uma velocidade adequada para processar os comandos do sistema. Com isso alguns pontos importantes a se observar para ter um computador que atenda as expectativas sem que tenha que investir em uma arquitetura de servidor:
    • Processador (Intel, AMD) que atenda as especificações de um i5 são o bastante para suportar um bom sistema de controle de acesso.
    • HD (Unidade de armazenamento) aqui esta o pulo do gato, adquira uma unidade SSD* com isso seu computador irá ficar muito mais rápido e terá uma resposta com a velocidade que a portaria do seu prédio necessita.
    • Memória 8GB RAM é o suficiente para atender todas as demandas que o sistema possa exigir.
  • Internet: Aqui é um ponto que faz uma grande diferença, pois quando contratamos pacotes de internet confiáveis e com uma boa resposta de Download e Upload, atendemos de maneira satisfatória aos acessos externos quando solicitados por suporte, acesso as câmeras e etc., dirimindo em muito o tempo de resposta a quaisquer problemas e atendendo as necessidades de conectividade entre moradores e portaria.
  • Software: Escolher o que melhor se encaixa as necessidades reais do seu condomínio, principalmente se este lhe oferece um bom APP, interface entre morador, portaria, síndico, corpo diretivo e administradora são pontos que merecem atenção e devem pesar no momento da escolha, inclusive porque até aqui você desprendeu um grande esforço e contratar um sistema que não atende as suas necessidades e expectativas não é um bom negócio.

Com esse passo a passo que traz os pontos acima, você será capaz mesmo sem conhecimento de TI, implantar um bom controle de acesso sem sofrer maiores sansões por conta dos moradores, afinal de contas o síndico é o presidente de uma empresa chamada Condomínio e tomar decisões assertivas é parte do seu dia a dia.

No mais, contem com o time de especialistas da ConectCon, nós podemos e com certeza ajudaremos naquilo que for preciso para que você realize a melhor gestão para seu condomínio.

Por Nilton Oliveira
Diretor de Operações – ConectCon